terça-feira, 27 de outubro de 2009

I can't touch it but I feel it, Can't use it but I need it..

quinta-feira, 25 de junho de 2009

"Uff.. mas isso é do outro lado..."

Sinto-me..... pressionada contra paredes que eu própria construí, sozinha e sem dar conta. Um dia estavam de pedra e cal e andavam comigo para todo o lado...

domingo, 26 de abril de 2009

25 de Abril



Hoje fui, como nos últimos anos, à "manifestação" do 25 de Abril. Não é bem uma manifestação, trata-se mais de um desfile de associações, partidos políticos, sindicatos etc... Fundamentalmente, e será esse o intuito, é uma reunião de pessoas unidas numa homenagem à revolução que teve lugar a 25 de Abril de 1974 e que deitou abaixo 41 anos de ditadura.

Gosto imenso de ir a estes desfiles, e já há uns poucos anos que vou. Emociono-me sempre. Não só por ser a data que é, mas por ver que as pessoas ainda se juntam, que ainda acreditam, que ainda sentem que alguma coisa vale a pena.

Este ano foi particularmente emocionante para mim pois fui com o meu B. pela primeira vez. E ainda por cima estávamos no Camões quando o helicóptero da Força Aérea, por 3 ou 4 vezes, nos sobrevoou e largou centenas de cravos, 5000 segundo os números oficiais. Senti-me parte de um ideal, senti que renovei as minhas baterias revolucionárias, senti o "espírito de Abril".

Com alguma pena notei que os abrilistas estão todos velhos ou perto disso. Jovens, muito poucos e quase todos a trabalhar (jornalistas ou fotógrafos). E muitas crianças, é verdade, mas como apêndices dos pais ou dos avós! Restavam os turistas, munidos de cravos e lentes apontadas a este povo que inundava a Avenida.

Mais uma vez, e à semelhança dos outros anos, o Partido Socialista foi vaiado e assobiado.
É pena. Independentemente de quem governa, e se o fazem bem ou mal, é inegável a importância do PS no processo da procura da democracia. Sim, os problemas que temos vivido são difíceis e os tempos que vivemos duros, mas neste dia celebramos que nos proporcionou a liberdade. Melhor ou pior, hoje podemos escrever num simples e inútil blog e dizer tudo o que nos vier à cabeça. Não virá atrás um lápis azul, ou uma desagradável visita a casa.
Todo e qualquer indivíduo que tenha directa ou indirectamente contribuído para esta mudança merece consideração.
Só para terminar, não nos esqueçamos que o CDS e o PSD não só não estiveram na festa como nem fizeram parte das comissões organizadoras das actividades.

Gossip time: vi o Louçã... charmoso, grisalho e inteligente! O meu querido Jerónimo nem lhe pus a vista em cima :(

Já lhe contei, leitor de Abril, que uma vez conversei e apertei a mão a Álvaro Cunhal? A última vez que o vi, ia umas centenas de metros à minha frente na R. Morais Soares, num caixão, a caminho do cemitério onde foi enterrado. Curioso... lembrei-me agora que nesse dia, no autocarro, vi ser dado, entre duas mulheres, o maior tabefe da minha vida.

Bom... terminando. Volvidos 35 anos após a revolução, este jardim à beira mar plantado não deve ser bem a imagem que os nossos pais e avós imaginaram que viria a ser. O que foi feito, feito está, e as bonitas ideias não aproveitadas na altura dificilmente se implantarão agora.
Em todo o caso, vou continuar a festejar e a ter em mente que eu própria, e QUALQUER UM DE NÓS, pode fazer pequenos 25s de Abril, todos os dias! Acredito, e espero acreditar sempre, que tenho força suficiente para mudar o que sinto estar mal.

domingo, 12 de abril de 2009

Domingo de Páscoa? Não... Domingo de arranjos de pc.

Caríssimo leitor, o meu domingo de Páscoa foi uma tortura.
Tentar arranjar um pc Targa, aka do-Lidl, que tem um AV instalado e outro mal desinstalado, erros em ficheiros dll no arranque, que antes não se ligava à net, e agora nem detecta rede sem fios que depois já detecta mas não liga à internet não é de todo algo que me assuste... Não, atento leitor, eu cá gosto é de pôr o dedo na tecla e cá vou eu!
Tudo isto não passaria de uma pacata tarde vestida de "Desentop PC", senão fosse o meu tio, dono do tal do-Lidl...
Meus queridos.... o meu domingo de Páscoa foi um PE-SA-DOI-LE!!!

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Dia 1.

Hoje consta que é o primeiro dia do resto da minha vida... pena que seja a contar para trás. A partir de hoje tenho 8 semanas, sempre a subtrair!
Num acordo entre entidade patronal e operário (acordo esse que ainda não digeri muito bem.. sabe, desconfiado leitor, quando algo "não me cheira nada bem"?), vou ficar 2 meses em retiro espiritual para terminar once and for all a minha tese. Só volto aos meus modelos tridimensionais, ou melhor: às minhas frustradas tentativas de criar um modelo tridimensional, em Junho, altura em que terei de ter a minha tese terminadíssima, pois, e cito, nessa altura estarão com um chicote à minha espera para recomeçar a trabalhar.
Não pense o inteligente leitor que esta é uma op
ortunidade óptima que me estão a dar. Não pense também que os patrões são altamente compreensivos e generosos. Não. Até posso, ainda com algumas reticências, assumir que talvez outros se estivessem a c**ar, e eu ter ou não ter uma tese para terminar fosse absolutamente irrelevante, mas eu sei que me vão cobrar esta pausa de actividade, e eu nunca mais terei qualquer razão para contestar o que quer que seja... Que conveniente, parece-me.

Mas, repare-se que, neste primeiro dia do meu retiro, não faço mais do que me queixar. Recuso-me.

Vou ouvir Lou Reed para me encher de electricidade! Ou Lily Allen... para irritar o meu rapaz :P

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Acerca de: "Acidentalmente..."

Esqueça, querido leitor, as minhas queixas e lamentos.
Pensando bem, as coisas vão acontecendo e todas me trazem algo de novo. Não sou uma criança que olha o mundo pela primeira vez, não sou mesmo, mas também não me sinto gelada de emoções...
Eu sou um turbilhão!!! *glitter*

Baby's on fire!
And all the instruments agree that
Her temperature's rising
But any idiot would know that.
(Brian Eno)

video

Lou Reed

Estou viciadíssima em Lou Reed!!!
O D. criou um monstro ao passar-me o Transformer (1972) e o Berlin (1973)... Eu já conhecia Lou Reed em Velvet Underground mas, por causa da muito própria voz da Nico, nunca prestei muita atenção.
Obviamente, o YouTube é uma fonte inesgotável de tudo o que me apetece! Já há uns tempos andava a papar tudo o que era melodia do Velvet Goldmine mas.... senhores, hoje eu estou histérica com Lou Reed!
Obrigada, D., por uma manhã com óptima banda sonora!!!
... POM POM POM!!!!!